Um Nome Com Poder

“Não tomarás em vão o nome do Senhor teu Deus, pois o Senhor não deixará impune quem tomar o seu nome em vão.” (Êxodo 20:7)

O Mandamento número três dos Dez Mandamentos nos diz para não tomar o nome de Deus em vão. A palavra “em vão” significa vazio, ocioso, insincero, ou frívolo. Assim, tomar o nome de Deus em vão significa dizê-lo de uma forma vazia, ociosa, insincera, ou frívola. E uma das formas mais óbvias disto é feita através da utilização de insultos.

Todos nós já ouvimos as pessoas usarem o nome de Jesus para pontuar um assunto. Eu digo às pessoas que fazem isso: “Tenham cuidado. Ele pode responder-lhes no devido tempo.” Curiosamente, nunca ouvi os nomes de líderes religiosos ou dos chamados gurus sendo usados quando alguém está com raiva ou chateado.

Então por que as pessoas, incluindo ateus confessos, usam o nome de Jesus Cristo dessa maneira? Acredito que em seus corações elas saibam que há poder nesse santo nome. Com certeza, elas estão violando o terceiro mandamento. Mas, de certa forma, estão reconhecendo a existência de Deus. Caso contrário, por que invocariam o nome de um Deus em quem não acreditam? Por que diriam o nome de alguém que não existe? Por que lembrariam o Seu nome? Porque há poder nesse nome. E quando você cita Jesus, as pessoas prestam atenção.

Filipenses 2:9-11 nos lembra, “Por isso Deus o exaltou à mais alta posição e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, no céu, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai.”

O nome de Jesus tem poder. Deus nos quer como Seus seguidores, que nunca tomam Seu nome em vão, mas que O honram e O glorificam.

Leave a Reply

Your email address will not be published.