Traços de Fecundidade Espiritual

“Se alguém permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto; pois sem mim vocês não podem fazer coisa alguma.” (João 15:5)

O que Deus quis dizer quando disse “que devemos dar frutos”? De acordo com as Escrituras, existem quatro aspectos sobre a fecundidade espiritual:

1. Ganhar outros para Jesus Cristo e ajudá-los a crescer espiritualmente. Paulo escreveu aos seus amigos em Roma: “[…] muitas vezes planejei visitá-los […] Meu propósito é colher algum fruto entre vocês” (Romanos 1:13). Então, não importa de que forma Deus lhe usa: se através da oração por alguém, se levando-os à igreja ou fazendo estudo bíblico; ou ainda, simplesmente, compartilhando o evangelho com outras pessoas. Sua vida está frutificando;

2. Compartilhar com outros as bênçãos que Deus lhe tem dado. Quando Paulo fez uma coleta entre os gentios para os santos pobres em Jerusalém, ele se referiu a oferta como “o fruto” (veja Romanos 15:28). Quando destinamos parte de nossas finanças para investimentos no Reino através de dízimos e ofertas, estamos também frutificando;

3. Louvar e agradecer a Deus. Quando levantamos nossa voz para cantar a Deus, estamos fazendo uma oferta a Ele. Mesmo se você não sabe bem as letras das músicas ou se é um pouco desafinado, não importa. Se você der o seu melhor, estará produzindo frutos.

4. Mudar de conduta e de caráter: “Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio […]” (Gálatas 5:22-23). Estas virtudes devem ser parte de nossas vidas. Mas elas não aparecem do dia para a noite. Isso leva tempo. Seja paciente. Firme suas raízes profundamente na pessoa de Jesus Cristo.

Se continuarmos a nos aplicar às instruções básicas do crescimento espiritual, iremos florescer e dar frutos. Podemos glorificar a Deus por tornar as nossas vidas fecundas à medida que formos nos tornando semelhantes a Ele.