Protegendo a Sua Mente

“Finalmente, irmãos, tudo o que for verdadeiro, tudo o que for nobre, tudo o que for correto, tudo o que for puro, tudo o que for amável, tudo o que for de boa fama, se houver algo de excelente ou digno de louvor, pensem nessas coisas.” (Filipenses 4:8)

Hoje em dia é muito difícil não vermos algumas coisas que não desejaríamos ver. Você nem mesmo precisa sair à procura delas. Você pode estar apenas na fila do supermercado, e lá ver a capa de uma revista. Ou você está dirigindo pela rua, e lá está um outdoor. Está na tela do vídeo ou estampada na camiseta de alguém.

A maldade está apenas a um clique de distância. Clique, clique, clique, e você abre uma Caixa de Pandora de perversão. De acordo com revisões de filtros de internet de computadores que analisam conteúdos da Web, os acessos de pornografia são superiores aos de todos os acessos de futebol, beisebol e basquete profissional combinados. Há 4,2 milhões de sites pornográficos, o que representa 12 por cento de todos os sites do mundo. Solicitações de pesquisa por sites pornográficos somam 68 milhões por dia.

Jesus disse: “Vocês ouviram o que foi dito: ‘Não adulterarás’. Mas eu lhes digo: qualquer que olhar para uma mulher para desejá-la, já cometeu adultério com ela no seu coração.” (Mateus 5:27-28). A palavra que Jesus usou para “olhar” na língua original não se refere a um olhar casual, mas ao ato contínuo de procura. Neste caso, a ideia não é que seja incidental ou involuntária, mas é um olhar intencional e repetido. Sabemos que é pior cometer adultério do que olhar alguém com desejo libidinoso. Mas, ao mesmo tempo, o olhar concupiscente também é uma violação desse mandamento.

É por isso que precisamos proteger nossas mentes. Temos que ter cuidado com o que vemos e como nos expomos.

Leave a Reply

Your email address will not be published.