Perguntar não Ofende

“Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida.” (Tiago 1:5)

Uma das primeiras coisas que pensamos quando as coisas não vão bem, quando provações aparecem em nosso caminho (e de formas tão diferentes…), é: “Por que, Senhor? Por que permites que isso aconteça? O que eu fiz para merecer isso?”

Talvez você tenha perdido o emprego. Talvez você tenha adoecido de repente. Talvez você tenha perdido um ente querido. Esses fatos produzem, continuamente, grande angústia, e você só quer saber o motivo.

Tiago 1:5 diz: “Se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente, e o não lança em rosto, e ser-lhe-á dada.” Ou como diz outra tradução: “Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida.” (Nova Versão Internacional).

Quando você está passando por esses momentos de dificuldade, não há problema em perguntar: “Senhor, o que estás tentando me ensinar? Senhor, há uma lição a ser aprendida aqui? Porque, se houver, quero aprendê-la. Quero passar por isso o mais rápido possível. Se isso irá continuar por mais tempo e não há nada que eu possa fazer para que não aconteça, tudo bem. Mas se há algo que eu precise saber para que isso acabe, diga-me agora, Senhor.”

É importante para nós saber que Deus tem lições que quer nos ensinar em tempos de provação. Muitas vezes, acontece simplesmente para ver se temos realmente aprendido.