Palavras Encorajadoras

“Irmãos, não queremos que vocês sejam ignorantes quanto aos que dormem, para que não se entristeçam como os outros que não têm esperança.” (1 Tessalonicenses 4:13)

Os críticos do arrebatamento dizem que esta palavra não é encontrada na Bíblia. Mas a palavra usada para arrebatamento é a palavra grega harpazō, traduzida do latim como rapturus, da qual temos a palavra “rapto” ou “arrebatamento”, em português.

A definição literal de hraptoarpazō é “levar à força, agarrar, ser apanhado.” Esta é a palavra que Paulo usou em 1 Tessalonicenses 4:16-17, quando escreveu: “Pois, dada a ordem, com a voz do arcanjo e o ressoar da trombeta de Deus, o próprio Senhor descerá do céu, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois disso, os que estivermos vivos seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, para o encontro com o Senhor nos ares. E assim estaremos com o Senhor para sempre.”

O contexto do ensinamento de Paulo sobre o arrebatamento foi uma resposta aos crentes em Tessalônica cujos amigos e entes queridos haviam morrido. Eles estavam preocupados se esses amigos e familiares nunca veriam o arrebatamento. Assim, Paulo queria educá-los. Alguns versículos antes ele escreveu: “Irmãos, não queremos que vocês sejam ignorantes quanto aos que dormem, para que não se entristeçam como os outros que não têm esperança” (versículo 13). Paulo concluiu o seu ensinamento sobre o arrebatamento, dizendo: “Consolem-se uns aos outros com estas palavras” (versículo 18).

Aqui está a boa notícia para seus fiéis amigos ou entes queridos que morreram. No arrebatamento, você não só vai se reunir com seus amigos e entes queridos que partiram antes de você, como também estará na presença do próprio Jesus. Portanto, segundo Paulo, você não precisa se entristecer como aqueles que não têm esperança.