Lutar, Correr e Guardar

“Sendo assim, não corro como quem corre sem alvo, e não luto como quem esmurra o ar.” (1 Coríntios 9:26)

O apóstolo Paulo apresentou três comparações para ilustrar o que é viver como alguém que crê. Ele se comparou a um lutador, a um corredor, e a um soldado.

Primeiro ele disse que viver como crente era como ser um lutador: “Combati o bom combate…” (2 Timóteo 4:7). A ideia que Paulo está transmitindo é a de um potencial combate até a morte. Isto nos lembra que a vida Cristã é um conflito. Uma vez que você entra neste relacionamento com Deus, você descobre que seu adversário, o diabo, irá tentar destruir você. É uma batalha espiritual e por isso precisamos utilizar armas espirituais.

Paulo também se comparou a um corredor. Ele disse: “terminei a corrida…” (2 Timóteo 4:7). A palavra utilizada como “corrida” descreve um evento com obstáculos, como uma corrida com barreiras. Houve numerosos obstáculos e barreiras com as quais Paulo teve de lidar durante a sua vida toda e Paulo está dizendo que completou a corrida.

Por fim, Paulo disse que era um soldado: “guardei a fé” (2 Timóteo 4:7). No texto original em grego, essa declaração contém o significado de “ter guardado a fé como um soldado armado guardaria o seu posto contra um ataque inimigo”. Paulo disse que não tinha se desviado da verdade da Palavra de Deus e que havia vivido essa verdade.

E então: você está vencendo ou perdendo a batalha contra o inimigo e o pecado que existe em você? Você está mantendo o ritmo na corrida da vida, ou está diminuindo o ritmo? Você tem guardado a fé na forma como vive e fala disso para o seu próximo?

Vamos ter como meta, a capacidade de dizer: “Combati o bom combate, terminei a corrida, guardei a fé.” (2 Timóteo 4:7).