Ação e Omissão

Ação e Omissão

“Pensem nisto, pois: Quem sabe que deve fazer o bem e não o faz, comete pecado.” (Tiago 4:17)

Pode-se definir o pecado de muitos modos. Há o pecado de ação, que é fazer o que é errado: avançar o sinal, desobedecer a Deus, infringir um mandamento.

Há, porém, o pecado que Tiago menciona, que é a omissão: deixar de fazer o que é certo. Pode ser que nos gabemos das coisas que já não fazemos; que digamos: “Depois que entreguei minha vida a Jesus Cristo, mudei”… “Não uso drogas”… “Não bebo”… “Não minto”… “Não traio”… “Não xingo”…

Essas coisas são louváveis e devem ser parte da vida cristã, mas pecar não significa apenas fazer a coisa errada: é, também, deixar de fazer a coisa certa. Você pode ter orgulho daquilo que já não faz, mas… você faz as coisas certas? Diz a Bíblia: “Quem sabe que deve fazer o bem e não o faz, comete pecado” (Tiago 4:17). os de nós são bons em evitar certos pecados, mas não em fazer aquilo a que Deus nos chama.

Tiago diz que a fonte de nossos problemas somos nós mesmos e nosso desejo de nos contentarmos. Então, em vez de pensar em nós mesmos, devemos pôr a vontade de Deus na dianteira de nossas vidas. A vantagem é que, quando procuramos por Deus, a felicidade vem como consequência, o resultado de termos nossas vidas em ordem ao buscarmos, primeiro, o reino de Deus.

Você hoje faz aquilo que Deus lhe tem chamado a fazer?