Adultério Espiritual

Adultério Espiritual

“Adúlteros, vocês não sabem que a amizade com o mundo é inimizade com Deus? Quem quer ser amigo do mundo faz-se inimigo de Deus” (Tiago 4:4)

Quando o diabo usa este mundo junto com a tendência pecaminosa que existe dentro de nós, todo o inferno pode cair em nossas vidas. Tiago 4 compara este flerte com o mundo a uma infidelidade ou adultério espiritual.

Esta analogia da infidelidade é usada muitas vezes nas Escrituras. A Bíblia compara a igreja com a noiva de Cristo. Devemos ser leais a Ele. Devemos ser fiéis a Ele. Ter outro deus seria o mesmo que deixar o cônjuge para outra pessoa.

Deus usou essa analogia para descrever as andanças rebeldes de seu próprio povo, os Israelitas. Ele disse: “O meu povo cometeu dois crimes: eles me abandonaram, a mim, a fonte de água viva; e cavaram as suas próprias cisternas, cisternas rachadas que não retêm água” (Jeremias 2:13).

Uma cisterna quebrada era como um poço com buracos. E quando perdemos a nossa paixão por Jesus e vamos atrás de outras coisas, o mesmo pode acontecer conosco.

Você se lembra quando entregou seu coração a Jesus Cristo? Lembra como estava animado para ir à igreja ouvir um estudo bíblico e adorar a Deus junto com o Seu povo? Lembra da primeira vez que você orou e Deus respondeu a sua oração? O problema é que com o passar do tempo você pode abandonar o seu primeiro amor. Claro, você ainda vai à igreja, a menos que algo mais interessante apareça. Algo mudou.

Quando abandonamos nossa relação de primeiro amor com Jesus Cristo, é apenas uma questão de tempo até que alguém ou algo venha tomar o Seu lugar.